Geração Z: os primeiros nativos digitais

16/05/2018

Tempo de leitura: 4 minutos

A Geração Z é a primeira geração de pessoas a nascer depois da criação da internet, ou seja, são os verdadeiros nativos da era digital. Como consumidores, não poderiam ser mais conectados e exigentes. Afinal, essa é a geração que está aqui para mudar o mundo.

Quem são? The mobile generation.

A geração Z é formada por pessoas nascidas entre 1995 e 2010. O motivo da segmentação é simples: 1995 foi o ano em que a internet foi comercializada. Isto é, essas pessoas não conheceram o mundo sem a internet. Também são conhecidos por iGen e Gen Z.

Passam mais de 16 horas semanais em seus smartphones, preferem serviços de streaming online para assistir filmes e ouvir música, dando preferência à laptops e celulares e deixando a televisão para trás. São pessoas extremamente interativas e sociais, mas da sua forma, é claro. Passam mais tempo interagindo online do que pessoalmente.

  • Multi-Taskers: Uma das maiores características da geração Z é a capacidade de realizar várias tarefas ao mesmo tempo. Em uma média, chegam a utilizar até 5 telas simultaneamente. Cabe às empresas refletir como essas pessoas vão impactar e revolucionar o ambiente de trabalho como profissionais.
  • Menos foco, mais estímulo: Suas habilidades de concentração são muito menores do que nas gerações passadas. São pessoas que processam informação muito rápido e por isso precisam de atualizações e estímulos constantes para ter a atenção chamada.
  • Geração de empreendedores: A maioria dos Gen Z deseja ambientes livres de trabalho. De acordo com Deep Patel, estrategista de marketing, a era digital e a tecnologia sempre em desenvolvimento criaram toda uma geração que pensa empreendedoramente e deseja ter seu próprio negócio.
  • Consciência coletiva: São uma geração que valoriza a igualdade – seja de gênero, raça, orientação sexual, etc – como nunca visto antes. A Geração Z quer mudar o mundo para melhor. De fato, a maioria diz que o impacto social de uma empresa afeta a sua decisão como consumidor e a escolha de uma organização para trabalhar.

geração z consumidores

Gen X, Gen Y (Millennials) x Gen Z

Gerações nada mais são do que mudanças culturais expressivas. Por isso, para entendermos a evolução e o padrão de comportamento de toda uma geração, precisamos primeiro conhecer as características das pessoas que nos trouxeram até aqui.

A seguir, organizamos um breve resumo do contexto de características das gerações anteriores à Gen Z.

  • Baby Boomers: Nascidos entre 1946 e 1964, período em que houve um verdadeiro “boom” no aumento na taxa de natalidade. Foi uma geração revolucionária que conquistou muitas causas sociais.
  • Geração X: Nascidos entre 1960 até os anos 80. Considerados materialistas e individualistas, foi uma geração marcada pela busca de seus direitos.
  • Geração Y ou Millennials: A maior parte das pessoas acaba confundindo os Millennials com a geração Z. Os Millennials compreendem aqueles que nasceram na segunda metade da década de 80 até o início dos anos 90. São uma geração que cresceu em meio a grandes avanços tecnológicos, são questionadores e pessoas com visão global.

Marketing para a Geração Z: Como se comunicar?

Junto com as mudanças culturais, observamos as alterações nos padrões de consumo. Esse consumidor quer ser ouvido, então uma estratégia de marketing que tenta atirar para todos os lados não irá funcionar aqui. Por isso, a marca deve enxergar cada consumidor como único. Em seguida, selecionamos algumas dicas para ajudá-lo a não errar na hora de planejar sua estratégia de marketing com foco na Geração Z.

  • Use as redes sociais para sua vantagem, aposte na interação. Esse consumidor gosta das coisas ágeis e responsivas. Aposte no Instagram, Pinterest, etc.
  • Produza conteúdo atual, consumido facilmente. Conteúdo visual e estimulante (muita imagem!), memes e vídeos são a chave do sucesso. Desenvolva seu conteúdo para multiplataformas e foque no mobile first. Se a sua empresa não tem um site responsivo, por exemplo, você já está perdendo oportunidades nesse momento.
  • Novamente: vídeos, vídeos, vídeos! A geração Z precisa de estímulos o tempo todo e conteúdo processado rapidamente.
  • Chame atenção e encontre seu diferencial em experiências customizadas. Este público procura por experiências construtivas e conteúdos que agreguem.
  • Responsabilidade social (já é!) e será cada vez mais cobrada por esse consumidor. Eles esperam transparência, sustentabilidade e responsabilidade das marcas.

Com a tendência dessas mudanças cada vez mais forte, em poucos anos o mercado será tomado por esse formato de consumo. Por fim, o que já era percebido na Gen Y, intensifica-se na Gen Z: empresas precisam ser cada vez mais verdadeiras, éticas e acessíveis para sobreviver.

Agora chegou a hora de arregaçar as mangas, pensar em estratégias diferenciadas e  conquistar este público de personalidade tão forte. Não deixe de comentar se ficou com alguma dúvida ou compartilhar suas experiências!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.