Senso de urgência: 4 segredos para converter mais por e-mail

25/01/2019

Tempo de leitura: 6 minutos

Comece já a converter os assinantes da sua newsletter em clientes! Veja o que o senso de urgência pode fazer pela na sua estratégia de e-mail marketing.

Quando instigados pelo senso de urgência, como um prazo apertado ou um desconto por tempo limitado, é provável tomarmos a decisão rapidamente, certo?

Concordando ou discordando, não se trata apenas de uma tática de marketing: esse princípio é apoiado por estudos científicos da psicologia humana.

Além de explicar as suas origens teóricas, este post vai mostrar como criar copys, linhas de assunto, cabeçalhos e CTAs urgentes nos seus e-mails marketing.

Cansado das técnicas que prometem resultados em longo prazo? Não perca tempo e descubra agora mesmo como aumentar sua taxa de conversão!

O que diz a psicologia sobre o senso de urgência

“Para amar qualquer coisa, basta perceber que ela pode ser perdida”. É com essa frase do pensador inglês Gilbert Keith Chesterton (1874-1936) que Robert Cialdini apresenta a escassez, um dos gatilhos mentais presentes no seu livro As Armas da Persuasão.

Senso de urgência: 4 segredos para converter mais por e-mail

Psicólogo reconhecido em todo o mundo, Cialdini explica que nós, seres humanos, somos naturalmente procrastinadores. Logo, ao sermos confrontados com a possibilidade de perder uma oportunidade, a escassez gera o senso de urgência.

A explicação psicológica para isso é que somos mais sensíveis a perdas do que ganhos. Por isso, as estratégias de marketing e vendas se apropriam desse instinto para criar táticas que geram emergência e exigem uma ação imediata.

Quais são os componentes do senso de urgência

Segundo Neil Patel, guru do marketing digital, há 3 componentes básicos que caracterizam o senso de urgência:

  1. Importância: para que algo seja urgente, é necessário que seja realmente importante. Se o seu conteúdo, produto ou serviço é importante, o usuário estará mais propenso a responder à urgência.
  2. Tempo: ainda que comece pela noção de importância, o valor real da urgência está no timing. Afinal, não queremos só que o usuário converta: queremos que ele converta agora mesmo!
  3. Controle: a vantagem da urgência é a possibilidade de controlar a maneira como você conduz o usuário à ação.

A seguir, descubra como é possível fazer isso nas estratégias de e-mail marketing!

Como usar a urgência para criar e-mails de conversão

De acordo com um relatório da Experian, e-mails marketing que usam o senso de urgência apresentam taxa de clique 14% superior e 59% mais conversão quando comparados com e-mails comuns.

Além disso, quando combinados com estratégias de redes sociais, por exemplo, eles são capazes de criar brand awareness. E assim, melhorar o relacionamento com o cliente e aumentar a receita em curto prazo.

Fantástico, não é? Para ajudar você a chegar lá, dividimos a produção de um e-mail marketing em 4 etapas. Também trouxemos dicas para aplicar o senso de urgência em cada uma delas. Acompanhe!

1. Use copy no corpo do e-mail

Normalmente, o ideal é começar a desenvolver sua peça de e-mail pelo conteúdo dele. Como há mais espaço disponível, você pode usar as técnicas de copywriting para criar o senso de urgência a partir das seguintes dicas:

Resolva um problema

Quando temos um conflito, queremos resolvê-lo logo. Com essa premissa, procure apresentar seu produto ou serviço como uma solução para um problema comum. Assim, a necessidade de solucioná-lo entra em ação e a urgência assume o controle.

Ofereça algo escasso

Se você oferecer uma versão da sua solução com quantidade ou edição limitada, ou mesmo com um desconto imperdível, use isso para criar um senso de urgência. Se a persona tiver a oportunidade de ter acesso a algo que está acabando, ela agirá.

Defina um prazo

Estabelecer um deadline é uma das maneiras mais comuns de usar a copy para criar um alto senso de urgência. No vídeo abaixo, o empreendedor Erico Rocha explica como e por que isso faz toda a diferença nas conversões.

2. Crie um assunto urgente

Agora que você já tem o corpo do e-mail pronto, vamos trabalhar na embalagem, começando pela headline. O estudo da Experian também mostrou que assuntos baseados na urgência podem aumentar as vendas em 16%. E não é só isso: foi comprovado que mencionar a escassez e o prazo também melhora a taxa de abertura.

Portanto, use uma linguagem urgente para promover o conteúdo do seu e-mail. Se você usou técnicas de copy no corpo do seu e-mail, procure reduzi-las e replicá-las na linha de assunto. Para isso, você pode usar estas palavras:

  • Corra!
  • Compre agora!
  • Economize hoje!
  • Últimas unidades!
  • Única oportunidade!
  • Oferta de última hora!
  • O tempo está acabando!
  • Oferta por tempo limitado!

3. Aproveite o cabeçalho

Essa etapa é opcional e mais direcionada para o caso do seu e-mail apresentar imagens em HTML. É preciso fazer com que a linha de assunto converse com o cabeçalho do e-mail. Assim, além de amarrar a ideia, você reforça o senso de urgência.

Neste exemplo, o Enjoei precisava divulgar a novidade de frete grátis nas compras acima de R$ 150. Perceba que o texto do cabeçalho completa e reforça a ideia do assunto.

Senso de urgência: 4 segredos para converter mais por e-mail

4. Trabalhe o call-to-action

O segredo de um bom CTA com senso de urgência é a combinação entre uma ação e um prazo. Isso vale, inclusive, não apenas para o e-mail marketing, como para todo e qualquer call-to-action que você usar na sua estratégia digital.

Se os seus e-mails costumam ser baseados somente em texto, não tem problema (isso aumenta a taxa de entregabilidade). Porém, caso você use botões como CTA, procure trabalhar as cores. Veja este exemplo da home do Clint Hub:

Senso de urgência: 4 segredos para converter mais por e-mail

Note que, além de usar a fórmula do CTA perfeito — Começar a evoluir agora —, nós destacamos o botão com uma cor contrastante do resto da página e o posicionamos em duas áreas estratégicas para aumentar as chances de conversão.

Qual a importância do teste A/B para validar hipóteses

E aí, como garantir que essas mudanças estão aumentando as conversões? Nessas horas, conte com uma boa ferramenta de testes A/B e invista neles. O Mail2Easy PRO, da Dinamize, permite você criar até 6 versões de um e-mail para testar ao mesmo tempo.

Aliás, de nada adianta preparar um e-mail bonitão, com uma boa copy, headline, cabeçalho e CTA mostrando toda a sua criatividade e senso de urgência se ele não for entregue, não é? Então, veja como garantir a entregabilidade dos seus e-mails marketing!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.