Técnicas de SEO avançado para deixar seu site ou blog no topo

14/11/2018

Tempo de leitura: 6 minutos

Procurando dicas avançadas de como fazer otimização de sites e blogs? Conheça as técnicas de SEO do guru da Backlinko e aumente suas posições no ranking do Google!

Se você atua com técnicas de SEO para blogs e sites, provavelmente conhece Brian Dean. O fundador da Backlinko, empresa americana de treinamento em otimização, já foi considerado um dos especialistas mais procurados do mundo.

Quem acompanhou nossas tendências de marketing notou que a linguagem SEO vai permear a maioria das estratégias em 2019. Pensando nisso, selecionamos algumas dicas do “gênio do SEO”, segundo a revista Entrepreneur.

Estas práticas são voltadas a profissionais e agências que mantêm um trabalho recorrente de SEO avançado. Descubra como elas melhoram seu ranking!

Adicione powerups às title tags

Brian Dean dá o nome de “powerups” aos termos ou palavras que ativam algum gatilho mental no usuário, levando-o a acessar seu conteúdo e aumentar o tráfego. Para isso, elas devem ser adicionadas as suas title tags, antes da copy principal.

Veja a comparação entre estas duas tags:

Essa simples alteração aumentou o tráfego orgânico dessa página em mais de 45% somente ao acrescentar a powerup “awesome” à title tag.

Confira 10 sugestões de powerups para adicionar as suas title tags:

  • Guia!
  • Novo!
  • Incrível!
  • Loucura!
  • Pesquisa!
  • Como fazer!
  • Comprovado!
  • Surpreendente!
  • Passo a passo!
  • Impressionante!

Lembrando, claro, que o conteúdo relacionado à powerup deve corresponder ao gatilho que ela ativa. Precisando de uma mão com isso? Conheça nossas dicas para elaborar textos com estratégia e inteligência.

Elimine suas “páginas zumbis”

O mestre das técnicas SEO chama de “zumbis” aquelas páginas do seu site ou blog que não trazem ou geram tráfego insuficiente. É como se elas fossem um peso, fazendo seu ranqueamento despencar. O conselho dele: exclua todas elas!

A Proven é uma empresa americana de softwares de recrutamento que viu seu tráfego orgânico aumentar em mais de 88% depois de deletar 40 mil páginas zumbis. Olha só!

A explicação é que o Google afirmou que não classifica sites e blogs com conteúdo de baixa qualidade, preferindo uma página forte em comparação com várias páginas fracas.

O próprio Brian revelou que, mesmo com mais de 5 anos de atuação, seu blog mantém pouco mais de 40 posts, responsáveis por 100 mil visitas orgânicas mensais.

Convença o usuário a ficar

Outra dica entre tantas técnicas de SEO avançado para subir no ranking é diminuir o “pogo-sticking”. Isso acontece quando o usuário clica no seu site ou blog e depois volta para os resultados de pesquisas para encontrar um conteúdo mais alinhado a sua intenção de busca.

Com esse movimento, o Google entende que o usuário não gostou do seu resultado, fazendo você cair no ranking. Mas e aí, como convencer as pessoas a ficarem?

Brian sugere 3 dicas que otimizam a experiência do usuário e impedem as pessoas de voltarem para o Google:

  1. Use e abuse dos bullets e subtítulos: se o seu conteúdo for fácil de ler, ou seja, escaneável, o usuário passará mais tempo na página.
  2. Faça introduções breves: considere que o usuário quer ter seu problema resolvido logo, por isso, uma introdução ideal tem de 4 a 9 frases.
  3. Posicione o conteúdo acima da dobra e no centro da página: se o usuário topar com seu conteúdo logo de cara, é mais provável que ele fique.

Adapte-se ao Hummingbird

O Hummingbird é um algoritmo do Google que interpreta a qualidade do seu conteúdo a partir de uma rede semântica. O que isso significa? Que, além da palavra-chave, alguns termos são indispensáveis para explicar um assunto.

Um exemplo é esta página que você está lendo. Termos como “marketing digital”, “tráfego orgânico” e “ranqueamento” fazem parte intrínseca do campo semântico (conhecido como LSI) do tema principal, que são as técnicas de SEO.

Portanto, ao distribuir as palavras-chave pelo texto, procure não apenas variá-las como incluir termos equivalentes. Uma maneira eficiente de identificá-los é pesquisar a palavra-chave no Google e observar o campo “Pesquisas relacionadas a…”.

Acrescente texto aos conteúdos

Já falamos aqui no blog sobre o potencial do marketing visual na sua estratégia de inbound. Materiais ricos como infográficos, vídeos e até mesmo podcasts, que não são visuais, são excelentes táticas para obter tráfego e, principalmente, backlinks.

Porém, eles apresentam um grande problema: o Google não é capaz de compreendê-los. Afinal de contas, a indexação é feita a partir da linguagem escrita. Por isso, Brian recomenda que você adicione texto aos conteúdos.

No caso de um infográfico, peça ao seu produtor de conteúdo para criar duas versões: uma mais enxuta, para o layout, e outra mais longa, para ser acrescentada abaixo dele — caso seja publicado no formato de blogpost, claro.

Atualize as datas dos posts

Se você tem o hábito de atualizar seu conteúdo com frequência, esta é uma das técnicas de SEO mais simples e eficientes. Sempre que adicionar alguma informação, como no caso da dica acima, substitua a data de publicação original por “última atualização”.

Conteúdo antigo transmite a sensação de informação ultrapassada tanto para o Google quanto para o usuário. Então, além de incluir dados relevantes e precisos, mantenha seus posts sempre atualizados para mostrar que você se preocupa com o usuário.

Saia em busca de backlinks

Continuando nessa pegada do conteúdo visual, é comum que outros blogs e sites se apropriem dos seus materiais. No mundo ideal, eles citariam você como referência. Se isso não acontecer, eis aí uma grande oportunidade de conquistar backlinks!

Vamos em busca? Siga este passo a passo:

  1. Selecione algum infográfico ou imagem do seu site ou blog.
  2. Clique com o botão direito e depois em “Copiar endereço da imagem”.
  3. Cole o nome do arquivo na busca do Google Imagens.
  4. Tenha acesso a uma lista de sites e blogs que usam sua imagem.

Se algum deles não estiver apontando para você, procure um endereço válido e envie um e-mail amigável sugerindo adicionar um link para sua publicação original. Assim você ganha backlinks e ainda faz networking risos.

Como aqui no hub nós fazemos o possível para viver nesse mundo ideal, Brian nem vai precisar mandar e-mail (hello, Brian!), já que você encontra essas e mais uma porção de técnicas de SEO avançado no post original dele no blog da Backlincko.Inclusive, uma das novidades do Clint Hub para agências é a parceria com a WebPeak, uma ferramenta de SEO que faz análise de palavra-chave, auditoria de sites e blogs e ainda traz dados do Alexa e Majestic. Comece a evoluir agora mesmo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.